Orquestra Ouro Preto

Com quase 20 anos de carreira, a Orquestra Ouro Preto cultiva a essência jovem, realiza concertos com músicas eruditas e populares e participa de projetos socioculturais.

Na semana passada, a convite da Pessoa – Agência de Relações Públicas, participamos de um Brunch Orquestrado no Sesc Palladium. O objetivo do evento foi apresentar para a imprensa e convidados um resumo da Temporada 2018 e divulgar os projetos mais recentes da Orquestra, parcerias musicais, patrocínios e apresentações previstas para a Temporada 2019.

brunch-orquestrado-orquestra-ouro-preto
Brunch Orquestrado no Sesc Palladium

A escolha do Sesc Palladium para sediar o evento não foi por acaso. Desde 2018, a Orquestra Ouro Preto é a orquestra residente do Sesc Palladium e, além disso, utiliza as dependências do Sesc Palladium para os ensaios da Academia Orquestra Ouro Preto, o mais recente projeto social da orquestra.

 

História da Orquestra Ouro Preto

Criada em 2000 por Rufo Herrera, Ronaldo Toffolo e um grupo de instrumentistas, a Orquestra Ouro Preto é fruto da Orquestra Experimental da UFOP (Universidade Federal de Ouro Preto). Atualmente, o maestro Rodrigo Toffolo é o diretor artístico e regente titular da Orquestra, que conta com aproximadamente 20 músicos em sua formação titular. Clique aqui para mais informações do maestro.

orquestra-ouro-preto-gravacao-quem-perguntou-mim-iris-zanetti-1
Maestro Rodrigo Toffolo na Gravação do DVD “Quem Perguntou Por Mim” (Créditos: Íris Zanetti)

Em sua carreira, a Orquestra realiza apresentações incluindo também no repertório músicas populares, além das eruditas. Esta estratégia, além de fugir do que tradicionalmente se espera de uma orquestra, atrai público com diferentes plateias a cada apresentação.

A Orquestra realiza concertos e turnês por Minas Gerais, outros estados brasileiros e até no exterior. Clique aqui para conhecer a história da Orquestra.

Em 2017, durante o Festival de Inverno de Nova Lima, assistimos a Orquestra Ouro Preto com o concerto The Beatles. Rock n’ roll e instrumentos clássicos combinaram muito bem sob a regência do maestro Rodrigo Toffolo e, posso dizer, que foi uma das apresentações mais lindas que eu já assisti. Clique aqui para ouvir o álbum Tributo a The Beatles Ao Vivo, disponível no Spotify.

orquestra-ouro-preto-festival-inverno-nova-lima-1
Festival de Inverno de Nova Lima 2017 – Concerto The Beatles
orquestra-ouro-preto-festival-inverno-nova-lima-2
Festival de Inverno de Nova Lima 2017 – Concerto The Beatles

No Brunch Orquestrado, ficamos sabendo ainda de projetos anteriores da Orquestra, tão interessantes quanto o do The Beatles. Veja algum deles:

  • Encenação de O Pequeno Príncipe explorando a linguagem do teatro de bonecos, com trilha sonora da Orquestra executada ao vivo.
  • Valencianas: músicas de Alceu Valença executadas pela Orquestra e a participação do próprio cantor nos vocais.

A exemplo destes projetos, vemos o quanto a Orquestra Ouro Preto acredita nas combinações entre as artes, seja ela entre estilos musicais diferentes ou formas de manifestações artísticas.

 

Academia Orquestra Ouro Preto

A Academia Orquestra Ouro Preto é a grande novidade de 2019. O projeto está em seu primeiro ano de atividades e, com o patrocínio da SulAmérica Seguros, oferece bolsas de estudos para 22 jovens músicos e musicistas entre 18 e 28 anos, que já possuem algum talento para a música de concerto. Os jovens foram selecionados após inscrições e audições.

academia-orquestra-ouro-preto-1
Academia Orquestra Ouro Preto

O objetivo deste projeto sociocultural é fomentar a prática da música de concerto e incentivar os jovens na carreira artística. Com o projeto, sediado no Sesc Palladium, os alunos têm ensaios semanais, com previsão de dois a três anos de duração.

Os instrumentistas que se destacarem terão ainda a oportunidade de integrar o grupo de músicos da Orquestra Ouro Preto. Clique aqui para mais informações.

academia-orquestra-ouro-preto-2
Academia Orquestra Ouro Preto e Rufo Herrera

Ao final do Brunch Orquestrado, a Academia apresentou duas músicas ao público, regidas pelo maestro Rodrigo Toffolo. Uma delas, inclusive, ainda contou com a participação especial de Rufo Herrera.

 

Turnês e Parcerias Musicais para 2019

Além de Belo Horizonte e cidades do interior de Minas Gerais, em 2019 estão previstas apresentações da Orquestra em Curitiba, Fortaleza, Recife, Rio de Janeiro e São Paulo.

Para a Temporada 2019 a Orquestra Ouro Preto continuará com algumas parcerias musicais, como é o caso de Valencianas, espetáculo que inclui no repertório músicas de Alceu Valença e a participação do próprio cantor nos vocais. Clique aqui para ouvir o álbum Valencianas, disponível no Spotify.

A parceria com Ivan Lins é mais uma que teve início no final de 2018 e continua em 2019.

Outra parceria que permanece é com o rapper Flávio Renegado. Em 2018 a Orquestra Ouro Preto gravou o CD e DVD “Suíte Masai” na comunidade Alto Vera Cruz, local de origem do rapper. A parceria demonstra que música clássica e rap podem conviver em harmonia e em qualquer ambiente, seja ele um campo de futebol ao ar livre, cenário utilizado nas gravações, ou um teatro. A previsão é que o CD e o DVD sejam lançados no primeiro semestre de 2019.

A principal novidade de parceria musical em 2019 é com a cantora Fernanda Takai. Com o patrocínio da AngloGold Ashanti, a Orquestra e Fernanda Takai levarão a quatro cidades do interior de Minas Gerais concertos com repertório do Tom Jobim. A princípio, as apresentações estão previstas apenas para Santa Bárbara, Caeté, Sabará e Nova Lima. Porém, segundo o maestro Rodrigo Toffolo, ao longo da temporada as apresentações podem tomar proporções maiores que o planejamento inicial.

No dia 19 de maio a Orquestra se apresentará com uma atração internacional, a cantora espanhola Uxía. Em 2013 a cantora e a Orquestra se apresentaram em Santiago de Campostela.

De 05 a 07 de julho a Orquestra realiza o Festival Charles Chaplin, em Belo Horizonte. Durante a exibição dos filmes, a Orquestra executará ao vivo a trilha sonora de três filmes de Charles Chaplin: Tempos Modernos, O Circo e O Garoto.

Ainda em Belo Horizonte, a Orquestra participará da BH Beatle Week, no dia 09 de agosto.

Em setembro serão lançados o CD e DVD “Quem Perguntou Por Mim: Orquestra Ouro Preto e Fernando Brant”, unindo a musicalidade da Orquestra à palavra do poeta e compositor mineiro Fernando Brant.

orquestra-ouro-preto-gravacao-quem-perguntou-mim-iris-zanetti-2
Gravação do DVD “Quem Perguntou Por Mim” (Créditos: Íris Zanetti)

A Orquestra Ouro Preto continua como residente no Sesc Palladium, com diversas apresentações previstas, inclusive a série Domingos Clássicos. Nesta, um domingo por mês, a Orquestra apresenta ao público um concerto diferente no Grande Teatro. A intenção é democratizar a música clássica e oferecer ingressos a preços populares. Veja as próximas apresentações da série Domingos Clássicos:

  • 14/04 – O Pequeno Príncipe
  • 05/05 – Vivaldi
  • 09/06 – Música de Concerto Brasileira
  • 14/07 – Célio Balona
  • 04/08 – Orquestra Ouro Preto e Rufo Herrera
  • 08/09 – Consanguíneos, com participação da atriz Bárbara Paz
  • 13/10 – Concerto com participação do grupo Pé de Sonho
  • 10/11 – Beethoven
  • 08/12 – Cristian Budu

Para saber mais detalhes da agenda da Orquestra clique aqui e acesse a programação completa.

O ano de 2019 reserva muitos projetos para a Orquestra Ouro Preto e aumenta ainda mais a expectativa para a comemoração das duas décadas, que serão completados no próximo ano.

 

INFORMAÇÕES ADICIONAIS – ORQUESTRA OURO PRETO

Rua Paraná, 136, Centro – Ouro Preto / MG.

Telefone para contato: (31) 3551-1228.

E-mail: orquestra@orquestraouropreto.com.br

Clique aqui para conferir o perfil da Orquestra Ouro Preto no Spotify.

Acompanhe as novidades e informações da Orquestra Ouro Preto através do site oficial e redes sociais do Instagram, Facebook, YouTube e Spotify.

A discografia da orquestra está disponível na loja virtual. Clique aqui para conferir.

orquestra-ouro-preto-pequeno-principe
CD “O Pequeno Príncipe”

O Núcleo de Apoio a Bandas é outro projeto sociocultural da Orquestra Ouro Preto, com três anos de atividades. O projeto é gratuito e objetiva fomentar e capacitar regentes, professores e instrumentistas das tradicionais bandas mineiras e brasileiras. As ações acontecem através de consultorias, oficinas, palestras, atividades práticas e teóricas.

Através do programa de fidelidade Amigos de Ouro o público pode fazer doações à Orquestra Ouro Preto, seja por meio do Imposto de Renda ou doação direta, e contribuir para que a Orquestra continue oferecendo concertos gratuitos ou a preços populares e participe de projetos sociais. O contribuinte ainda recebe recompensas, como ingressos para concertos e CD’s e DVD’s. Clique aqui para mais informações do programa Amigos de Ouro.

Atuais patrocinadores da Orquestra: SulAmérica Seguros, Rede, Vale, AngloGold Ashanti, Aliança Energia, CEMIG, CBMM e Amigos de Ouro.

A Orquestra também realiza apresentações em eventos privados. Saiba mais aqui.

 

*OBS: Agradeço à Pessoa – Agência de Relações Públicas pelo convite para o Brunch Orquestrado e auxílio na escrita do post.

Juliana Soares

Meu nome é Juliana e muitos me chamam de Juju ou Ju. Tenho 27 anos e moro em Belo Horizonte. Sou formada em Engenharia Civil, mas ainda não exerço a profissão. Apesar de eu ter escolhido a área de exatas, me destacava na faculdade nos momentos em que era preciso escrever textos. Gosto de conhecer lugares novos, experimentar novos pratos e sensações.

Comente!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.